O esquecimento …

Tópico muito discutido muito nos últimos anos.

O ser humano simplesmente não consegue se lembrar de muita coisa. Acontece um desastre natural em um lugar, por dias, uma semana as pessoas pensam, fazem doações, mas logo vem o esquecimento. Logo existe outro desastre ou o novo BBB.

Experienciamos algo fantástico em Agosto de 2015. Milhares de pessoas da Síria e outros países foram recebidos na Alemanha, população se organizou, doou, separou, ajudou.

Em agosto de 2016 as mesmas pessoas ainda precisavam de ajuda, mas a Alemanha já tinha em partes mudado de opinião e não existiu mutirão.

Uma pessoa recebe a noticia de câncer, tem o tratamento “padrão”, perde o cabelo. É óbvio que a pessoa está doente. Tão logo se percebe que o remédio não fez efeito, para-se de tomar o remédio, a doença continua, mas os cabelos começam a crescer e as pessoas simplesmente esquecem.

Quantas vezes ouvi a frustração da falta (no geral) de empatia e acolhimento externo, pq só quem realmente esta sentindo na pele parece conseguir quantificar o que significa.

Cada um está vivendo sua própria batalha, e somos gratos pela ajuda que recebemos nos tortuosos anos que passamos. Mas acho que virginianos adoram ser uteis e ajudar e ficam sempre com um gostinho que os outros signos poderiam fazer o mesmo.

O CIO da minha empresa me encontrou no elevador, disse que sentia muito e que qualquer coisa que ele pudesse fazer, blá, blá, blá, e meses depois não lembrava mais que pra eu viajar tinha que fazer uma maratona.

As pessoas olham pro meu filho e enxergam uma criança, olham pra mim e enxergam um homem.

A diretora da escola uma hora assume que não sabe nada de psicologia, mas em outra acha que ele é mimado por ser filho único e pq a mãe estava doente (logo compensamos com extra atenção). Outra hora diz que eu sou muito restrito e imponho muitas regras. Não consegue nem decidir …

Que tal um ser de 5 anos que além de aprender tudo o que uma criança tem que aprender ainda tem uma carga emocional maior do que a grande maioria pq tem que lidar com a perda da mãe tao cedo ?

Come ? Sim, come. Brinca ? Sim, brinca. Dorme? Sim, dorme. Logo pode colocar na mesma caixinha ? NÃO !

Semana passada fui a uma “entrevista” pra aumentar a quantidade de idas a psicologa pra ele. A coordenadora das psicologas faz uma entrevista. Eu conto dos últimos dois anos, sinto um calorzinho no coração quando a cada coisa que conto, dos livros que compramos pra explicar, de como lidamos com a situação, que a psicologa dá um sorriso de aprovação. Sorriso seguido de dizer que qualquer coisa que ele fizer/reagir 12 meses depois esta totalmente aceitável.

As vezes rola uma revolta, uma raiva, nada esta bom, reclama de tudo, chora de tudo. Sendo uma criança tão gentil e generosa é fácil perceber que algo incomoda.

Feliz é quem talvez na primeira semana ou mês sai pelado na rua, quebra tudo, ou algo do gênero, pq dai é justificável e não rolou o esquecimento.

As cicatrizes internas continuam lá, mas a geral já esqueceu. Não existe carta branca ou nada do gênero, mas deveria ser mais difícil esquecer, principalmente quem esta mais próximo.

Pq o dia-a-dia está ai … as demandas estão ai. Demoraram mais de ano pra se recuperar do tsunami, mas a ajuda veio por apenas algumas semanas…

Mas a vida é um mosaico, cada fase nos prepara pra próxima, e seguimos Paternando e aprendendo 😀

Advertisements

One thought on “O esquecimento …

  1. Seu pequeno ter você como pai não foi acaso mesmo . Fui mãe solo por uns anos , outro país , sem família perto .Nao ouso sequer comparar minha experiência , mas em muitas palavras tuas, revisito sentimentos pesados . Te desejo força.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s