O desafio de acolher duas pessoas ao mesmo tempo, sozinho

Algumas pessoas importantes escreveram que os adultos são todos broken/quebrados e que é difícil ser um adulto equilibrado pra uma criança, quando este adulto foi uma criança desequilibrada.

Eu pensei em muita coisa na viagem, mas algumas não saíram como planejado, então tive que gastar meus recursos antes do tempo.

Ficamos 50 minutos esperando a van da locadora nos pegar e com isto não consegui comprar o pão de queijo, ofereci então o ultimo smoothie ( que eu tinha deixado pra servir de primeira coisa quando ele abrisse os olhos, pq é liquido e alimento ao mesmo tempo)

Hoje, depois de ter ficado 25 horas acordado e dormido 3 horas, ele acorda. Acorda e diz que esta com sede. Quando eu dei o smoothie eu pensei que ele dormiria até o café da manha da pousada e que daria tudo certo.

Eu ainda ganho pontos extras por ter trazido um filtro com nano tecnologia que filtra vírus e bactérias, ou seja, posso por na torneira e fica tudo bem. ( a primeira vez que fui pro Guarujá, tomei um gole de água da torneira de manha cedo e tive diarreia. )

Mas eis que o camarada toma um gole e diz: não gostei, esta com um gosto ruim.

Tudo o que eu queria era dormir. E tudo o que ele queria era tomar água. E com todo o desconforto da viagem, vinha com um chorinho. E você explica pra criança que é noite, que não tem onde comprar água as 4-5 da manha, e que tem a água do filtro ou nada.

Eu pensei em pegar o carro e ir num posto, pensei que eu tinha dirigido 4 horas e queria era ficar na cama. Pensei que era ótimo ele treinar a frustração e se controlar, uma vez que ele não morreria por falta de água em algumas horas.

Finalmente, ele ficou um tempinho sem o chorinho, e me pediu a água do filtro, tomou alguns goles, quando pediu mais depois eu sugeri ele esperar o dia amanhecer e irmos tomar água mineral.

Hoje tem estoque de água no quarto, claro, mas não surtar hoje de madrugada, conseguir acolher ele ( veio da cama dele pra minha, ficou pertinho o tempo todo que estávamos conversando/discutindo a situação, sacudindo a perna e a cama …), acalmar minha própria criança, este é um mega desafio.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s